Duilio Monteiro Alves

Duílio admite que recebeu propostas por jogadores do Corinthians

O clube alvinegro em 2021 conseguiu arrecadar R$ 14 milhões com transferências de atletas. É um valor muito abaixo do orçamento previsto para a temporada (R$ 95.3 milhões). Mas é importante citar que o Corinthians poderia ter batido essa meta. Essa informação foi confirmada por Duilio Monteiro Alves, presidente do Timão, durante o sorteio dos grupos do Paulistão.

De acordo com o Duílio, o clube alvinegro recebeu propostas no meio do ano, mas a direção optou por vetar as negociações.

“Tivemos algumas propostas, poderíamos ter feito e batido nosso orçamento, mas a gente entende que não estaria fazendo um bom negócio pelo valor de mercado dos nossos atletas. Então, a gente vai vender só se realmente for um valor bom para o clube, que atenda o Corinthians e o jogador, mas não só para cumprir orçamento”, afirmou o presidente do Timão.

Detalhe que ajudou o clube a rejeitar as propostas foram receitas adicionas que não estavam previstas, conforme explicou o dirigente.

“Existe essa “Existe essa necessidade de venda, mas a gente vem trabalhando em redução muito grande de despesas e também em novas receitas. A gente trouxe novos parceiros esse ano, novos patrocínios, inovações como o fan token, estamos buscando receitas adicionais do que estava previsto no orçamento para que a gente não tenha a necessidade… acho que vai demorar um pouco para os clubes brasileiros não terem necessidade de venda, mas para que não tenha desespero, para que a gente não venda barato, para que a gente valorize nossos jogadores”.

Previsão de vendas de jogadores do Corinthians

Internamente, os dirigentes do clube do Parque São Jorge não acreditam que seja possível bater a meta estabelecida no começo do ano. Mas a expectativa é de que propostas cheguem no fim do ano, principalmente em relação aos jogadores emprestados. Por hora, o clube não tem nenhuma proposta em mãos, mas acredita que deve ter conversas em breve, como exemplo no caso de Éderson, emprestado ao Fortaleza, para que vendas ocorram ao fim do Campeonato Brasileiro.

“Existe o interesse que ele continue (no Fortaleza), mas não conversamos sobre valores. Em relação a outros atletas, sempre chegam consultas, mas proposta oficial, por enquanto, ainda não. É uma janela que não está aberta ainda, no exterior, e não é uma janela forte. Não estamos atrás disso, como eu coloquei, a gente tem de montar o time, fazer render e aí sim eles serão valorizados”.

leia também:

Leave a Comment

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *